Vereador que disse que coração de colega “deveria ser arrancado e dado aos cachorros” na PB é cassado - Portal Picuí Hoje

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Post Top Ad

quarta-feira 23 2023

Vereador que disse que coração de colega “deveria ser arrancado e dado aos cachorros” na PB é cassado

Vereador Antonio Itamar de Freitas Asselino — Foto: Reprodução.

A Câmara Municipal de Uiraúna, no Sertão da Paraíba, deliberou pela cassação do mandato do vereador Antonio Itamar de Freitas Asselino, conhecido popularmente como "Carneirinho" (PTB). A medida foi tomada nessa segunda-feira (21), em decorrência de acusações de difamação contra a vereadora Maria dos Remédios (PSDB). O vereador Carneirinho foi acusado de orquestrar campanhas jornalísticas com o intuito de distorcer as declarações de sua colega parlamentar, além de insinuar questionamentos sobre seu caráter e promover ataques à sua vida pessoal.

A decisão da cassação ocorreu com 8 votos a favor e 1 contra, com o acusado se abstendo da sessão e a vereadora afetada impossibilitada de votar. O ex-vereador Amílton Fernandes da Silva (DEM) apresentou a denúncia que sustentou o processo. O estopim para a controvérsia ocorreu quando Maria dos Remédios utilizou a tribuna da Câmara de vereadores durante o carnaval de 2023. Ela defendeu uma discussão aprofundada sobre o uso de equipamentos sonoros em eventos na cidade, argumentando que muitos cidadãos uiraunenses dependem desses recursos para obter renda. No entanto, Carneirinho tomou uma postura difamatória após essa declaração.

De acordo com a denúncia apresentada, Carneirinho iniciou uma série de ataques difamatórios, incluindo comentários em uma entrevista a uma rádio local, onde ele proferiu a infeliz frase: “o coração dela deveria ser arrancado do peito e dado aos cachorros”. A crise se agravou quando ele passou a associar Maria dos Remédios a posições contrárias a pessoas com Transtornos do Espectro Autista (TEA) e pacientes de Alzheimer, sugerindo que ela apoiava os paredões. Ele também insinuou que a mudança de postura da vereadora em relação à prefeita Leninha estava vinculada a interesses questionáveis, e chegou a comentar sobre sua vida pessoal e relacionamentos de maneira desrespeitosa.

A votação pela cassação reflete a condenação das ações difamatórias perpetradas por Carneirinho e sinaliza um posicionamento firme da Câmara Municipal de Uiraúna em defesa da integridade e do respeito entre os membros do legislativo. A decisão destaca a importância de um ambiente político respeitoso e transparente, livre de ataques pessoais e difamação, em prol do bem-estar da comunidade que os representantes eleitos têm a responsabilidade de servir.

Portal Picuí Hoje com Feliphe Rojas/PB Agora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário