Operação investiga empresário suspeito de intermediar compra e aluguel de armas para facção na PB - Portal Picuí Hoje

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Post Top Ad

quinta-feira 20 2023

Operação investiga empresário suspeito de intermediar compra e aluguel de armas para facção na PB

Foto: Reprodução/TV Cabo Branco.

Duas pessoas foram presas e 12 mandados de busca e apreensão foram cumpridos, nesta quinta-feira (20), em uma operação realizada pela Força-Tarefa de Combate ao Crime Organizado do Sistema Único de Segurança Pública da Paraíba (FT-SUSP/PB) em Campina Grande e outras duas cidades do Agreste paraibano.

Segundo a Polícia Federal (PF), a operação é um desdobramento da "Patrinus", que aconteceu em dezembro do ano passado, e tem como alvo um empresário ligado a uma facção criminosa que atua no tráfico de drogas e na intermediação de compra e aluguel de armas de fogo. As ações aconteceram em vários bairros de Campina Grande e também nas cidades de Fagundes e Esperança.

No total, foram expedidos dois mandados de prisão, porém apenas um deles foi cumprido, contra um homem que já cumpre pena no Presídio do Serrotão, em Campina Grande. O outro mandado é contra um empresário do ramo de material de construção, supermercados e casas de lazer. Ele é apontado pelas investigações como o intermediador da compra e aluguel das armas, além de coordenar as ações do grupo criminoso, a mando do presidiário. O empresário está foragido.

Ainda de acordo com a PF, a segunda pessoa presa na operação é uma mulher, que estava com drogas em uma das casas alvo de mandado de busca e apreensão, no bairro do José Pinheiro, em Campina Grande.

Em outro endereço, na zona rural, a polícia encontrou duas pistolas registradas, compradas legalmente, mas que não estavam guardadas nas condições corretas de armazenamento. Elas foram apreendidas e o dono foi conduzido à delegacia para prestar esclarecimentos.

Portal Picuí Hoje com g1 PB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário