Pai baleado pelo filho que matou a mãe e o irmão deixa o hospital sem sentir as pernas - Portal Picuí Hoje

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

test banner ______________________________________________________________test banner

Pai baleado pelo filho que matou a mãe e o irmão deixa o hospital sem sentir as pernas

O pai chegou a pedir a desinternação do filho à Justiça durante o depoimento em uma audiência de instrução.
O sargento reformado da Polícia Militar da Paraíba (PM-PB) baleado pelo filho de 13 anos no dia 19 de março na cidade de Patos, Sertão paraibano,
 Benedito da Silva Araújo, conhecido como "Bené", recebeu alta neste sábado (09) do Hospital de Emergência e Trauma da cidade de Campina Grande, Agreste paraibano, onde estava internado desde o dia 21 de março.

De acordo com o cirurgião geral do Hospital de Trauma, Dr. Caio Guimarães, por enquanto não há nenhuma programação de cirurgia pra retirada da bala e o homem ainda está com a bala alojada e se queixa de não sentir os membros inferiores e continuará sendo acompanhado por uma equipe multidisciplinar da unidade hospitalar.

O crime

Na época, o adolescente que pegou uma arma e tirou a vida da própria mãe, baleou o pai e por fim matou também o
 irmão, disse em depoimento a Polícia Civil da Paraíba (PC-PB) que teria cometido a ação contra os familiares depois de ser impedido de usar o celular para jogar e ser pressionado por notas boas. No momento, o adolescente está internado no Centro Especializado de Reabilitação de Sousa, também no Sertão da Paraíba.

O pai chegou a pedir a desinternação do filho à Justiça durante o depoimento em uma audiência de instrução.

Marcílio Araújo/Portal Picuí Hoje com informações da TV Cabo Branco e Paraíba Debate.