Polícia prende acusados de chacina em Cuité ‒ VEJA VÍDEO - Portal Picuí Hoje

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

test banner ______________________________________________________________test banner

20/10/2021

Polícia prende acusados de chacina em Cuité ‒ VEJA VÍDEO

No início da manhã desta quarta-feira (20), a Polícia Civil da Paraíba (PC-PB), por meio do 
Núcleo de Homicídios/Grupo Tático Especial (GTE) da Décima Terceira Delegacia Seccional de Polícia Civil (13ª DSPC) de Picuí, Seridó paraibano, com o apoio da Delegacia de Cuité, Curimataú paraibano, do Nono Batalhão de Polícia Militar da Paraíba (9ºBPM-PB) e da Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Norte (PC-RN), deflagrou a Operação "Vaquejada de Sangue", com o fim de dar cumprimento a mandados de prisão preventiva contra os acusados de terem praticado dois homicídios consumados e três tentativas de homicídio no último dia 03 de outubro de 2021, na zona rural de Cuité.

Entenda o caso

No dia 03 de outubro de 2021, acusados e vítimas estavam em um bar no Sítio Batentes, situado na zona rural de Cuité, logo após terem participado de uma festa (vaquejada), quando, por volta das 05h00 da manhã, após desentendimento durante uma partida de sinuca, os acusados surpreenderam às vítimas efetuando vários disparos, que levou a óbito ainda no local os jovens Rui Barbosa Santos Júnior, 19 anos, e Alison Costa Santos, 21 anos, e atingindo ainda mais três pessoas, sendo duas mulheres e um adolescente de 17 anos que estavam no local.

Relembre: Dois jovens são assassinados e dois feridos por arma de fogo durante a madrugada em Cuité

Iniciadas as investigações pelo Núcleo de Homicídios/GTE/13ª DSPC, foram coletadas provas que apontaram que os dois executores desses bárbaros crimes eram dois indivíduos da cidade de Japi, situada no Estado do Rio Grande do Norte, identificados como sendo José Leonardo dos Santos e Guilherme Vindoura da Silva.

Diante disso, o delegado chefe do Núcleo de Homicídios da 13ª DSPC ‒ dr. Rodrigo Monteiro, representou pela prisão dos dois acusados, e na manhã de hoje (20), foram cumpridos os mandados judiciais, sendo que José Leonardo, foi preso em sua residência na cidade de Japi, onde foram apreendidas duas armas de fogo, sendo uma espingarda calibre 12, uma pistola (arma usada na prática dos homicídios em apuração) e a camisa que ele estava usando no momento da prática dos delitos, e Guilherme Vindoura, este preso na cidade de Natal, capital do Estado do Rio Grande do Norte, onde tinha ido se esconder após a prática dos crimes.

Na delegacia, por ocasião de seu interrogatório, José Leonardo confessou a prática dos homicídios consumados e tentados praticados na zona rural de Cuité, confessando ainda que no dia 30 de julho do corrente ano, havia praticado um homicídio na cidade de Japi, o que segundo a polícia demonstra o seu grau de sua periculosidade. Em seu interrogatório, Guilherme também confessou a prática dos homicídios consumados e tentados em Cuité, mas alegou que a arma de fogo que utilizou para prática dos crimes acabou vendendo em um sítio localizado na zona rural de Japi, no dia seguinte da prática criminosa.

Tem que se destacar a participação imprescindível da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, por meio da Delegacia Seccional de Santa Cruz, que contribuiu sobremaneira na obtenção da qualificação, localização e monitoramento dos alvos para o sucesso da operação e do apoio sempre presente da Polícia Militar da Paraíba (9º BPM), parceira diária de luta na área da 13ª Área Integrada de Segurança Pública (AISP).

Tais prisões representam uma integração policial que transpões fronteiras estaduais, imbuída do dever de repressão aos crimes contra a vida.

Confira o vídeo abaixo:
Portal Picuí Hoje com Ascom.
Imagens: Reprodução/Redes sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário