RIQUEZAS DA CAATINGA: Zootecnista picuiense desmistifica os efeitos maléficos da Maniçoba - Portal Picuí Hoje

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

test banner ______________________________________________________________test banner

terça-feira, 23 de março de 2021

RIQUEZAS DA CAATINGA: Zootecnista picuiense desmistifica os efeitos maléficos da Maniçoba

Por Robson Ferreira ‒ Produtor rural, zootecnista e chefe da ULSAV/Picuí.

Desmistificando os efeitos maléficos da Maniçoba, uma planta forrageira originária da Caatinga
A maniçoba que é nativa do semiárido é tratada como um vilão por muitos pecuaristas desta região, por causar morte de animais. Pois é, esta planta forrageira quando mau manejada pode sim causar morte de animais, pelo seu fator antinutricional ácido cianídrico, que causa intoxicação e morte.

Acompanhe também o Portal Picuí Hoje no FacebookInstagram e no Youtube

Mas, quando manejamos adequadamente esta planta, ela se torna uma importante aliada na pecuária do semiárido, já que a mesma produz muito bem por ter raízes tipo xilopódio, além de possuir um alto percentual proteico, chegando a atingir até 20%, e também pelo fato do fator antinutricional ser neutralizado quando a mesma é triturada em forrageira ou fenada, que é um processo de desidratação ao sol, em uma média de 12 a 14% de umidade e armazenada, podendo também ser submetida ao processo de ensilagem (foto abaixo), onde a planta é triturada, acondicionada em um ambiente na ausência de oxigênio e submetida à espera para que aconteça a fermentação e estabilização para assim poder ser fornecida ao animal.

É importante destacar que, tanto o feno como a silagem sendo bem armazenados, podem ser guardados por 2, 3 ou até 4 anos, sem problema nenhum.

Na fazenda Gavião, tratamos ela como planta forrageira volumosa. Nós a trituramos na forrageira e a fornecemos aos animais na ração completa, sem medo algum de termos prejuízo. Ao contrário, a Maniçoba melhora nossa produtividade.
Quem é Robson Ferreira

O zootecnista picuiense Rinaldo Robson Santos Ferreira, popularmente conhecido como "Robinho", é um produtor rural, zootecnista pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), especialista pelo Instituto Federal da Paraíba (IFPB) e técnico em agropecuária pelo Colégio Agrícola Vidal de Negreiros. Desde o ano de 2011 é servidor publico estadual efetivo e atualmente desempenha seus trabalhos como chefe da Unidade Local de Sanidade Animal e Vegetal (ULSAV) sediada em Picuí, município localizado na região do Seridó paraibano.

Conheça seu perfil no Facebook clicando aqui.

Com o apoio e participação de pessoas especializadas como Robinho, temas importantes como este serão cada vez mais presentes aqui no Portal Picuí Hoje.

Marcílio Araújo - Portal Picuí Hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário