Projeto Cactáceas Ornamentais do IFPB/Campus Picuí-PB, realiza Oficina Educativa na Escola Estadual Professor Lordão - Portal Picuí Hoje - O seu portal de notícias

O PORTAL DE NOTÍCIAS DE PICUÍ E REGIÃO

ANÚNCIOS SENSÍVEIS

EM BREVE NOVIDADES AQUI

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Projeto Cactáceas Ornamentais do IFPB/Campus Picuí-PB, realiza Oficina Educativa na Escola Estadual Professor Lordão


Na noite desta última terça-feira (25), alunos do IFPB/Campus Picuí-PB, que integram o Projeto "Cactáceas Ornamentais", realizaram uma Oficina Educativa na noite desta última quinta-feira (27), na Escola Estadual Professor Lordão, dentro da programação da IV Semana do Bioma Caatinga, que teve início na última terça-feira (25). Alunos e professores participaram da oficina.


O Projeto "Cactáceas ornamentais" é um projeto de carácter disciplinar que foi desenvolvido pelo (Nea) Núcleo de Estudos em Agroecologia, do IFPB/Campus Picuí-PB, e tem como principal objetivo exaltar a beleza que existe dentro do Bioma Caatinga, a partir do uso de plantas, tais como as Cactáceas de Jardinagem e as oriundas da própria flora nativa da região, para fins de ornamentação e decoração de locais públicos e privados.


Além disso, o projeto contribui de forma significativa para que a cultura da produção de vasos ornamentais feitos à base de barro não se torne escasso. Visto que, a cultura também realizada por Dona Maria, única louceira que reside na Comunidade Quilombola Serra do Abreu, localizada no município de Nova Palmeira no Seridó paraibano, já passou por processos de desistência e hoje por meio da divulgação dos trabalhos, contribui para que essa cultura seja divulgada entre as mídias, e para que não apenas ela, mais as demais mulheres da comunidade e da região tenham mais interesse no trabalho artesanal e consigam conviver economicamente bem em suas localidades.

As ornamentações são produzidas por meio de técnicas altamente livres de tecnologias. Um simples vaso que antes era vendido por apenas R$ 2,00,  hoje, por meio da agregação de um cacto que é introduzido, passa a ser comercializado pelas voluntárias e também proprietárias do projeto por um valor estimado no mínimo de R$10,00.



Portal Picuí Hoje com Maria Alaine, Gislaine Santos e Marília Fernandes (NEA)

ANÚNCIOS SENSÍVEIS

ANUNCIE COM O PORTAL PICUÍ HOJE