Paraíba confirma terceira morte por dengue em 2024; SES investiga mais três óbitos - Portal Picuí Hoje

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Post Top Ad

sexta-feira 01 2024

Paraíba confirma terceira morte por dengue em 2024; SES investiga mais três óbitos

Mosquito Aedes Aegypti — Foto: Freepik.
Nessa quinta-feira (29), a Paraíba confirmou a terceira morte por dengue em 2024. A vítima foi um homem de 60 anos, residente do município de Campina Grande, localizado na região do Agreste paraibano, que teve exame confirmado para a doença. Outros três óbitos são investigados no estado.

O homem foi atendido em uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Campina Grande e apresentava sinais de gravidade.

A Paraíba já registrou outras três mortes por arboviroses, sendo duas por dengue e uma por chikungunya.

A primeira vítima foi uma mulher de 24 anos, residente do município de Camalaú, localizado na região do Cariri paraibano, que teve morte confirmada por dengue. Ela apresentava febre, cefaleia, vômito, náuseas, artrite, artralgia, dor abdominal, taquicardia, derrame pleural e icterícia.

O segundo óbito por dengue foi confirmado na segunda-feira (26), quando a Secretaria de Estado de Saúde (SES) confirmou a morte por dengue de uma mulher de 42 anos, no município de Conde, localizado na região Metropolitana de João Pessoa. A vítima apresentava comorbidades, como diabetes, hipertensão e doença hematológica.

A primeira vítima de chikungunya no estado foi um homem, de 57 anos de idade, residente do município de Sapé, localizado na região da Mata paraibana. O homem apresentava doença pré-existente (hepatopatia) e teve exame IGM positivo para a chikungunya.

Casos investigados

Ainda há três mortes em investigação, sendo dois óbitos por dengue e um óbito por chikungunya.

A SES informou que investiga a morte de uma mulher, de 35 anos de idade, de Campina Grande. A vítima foi atendida no Hospital Municipal Pedro I e apresentava sinais de gravidade.

O segundo óbito investigado por dengue é de um homem de 85 anos, do município de Pocinhos, localizado na região do Curimataú paraibano, que deu entrada no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, sem informação em ficha de comorbidade e aguarda exame para dengue.

Também está sendo analisado o óbito de uma criança do sexo feminino, de 1 ano e 4 meses, que foi atendida no Hospital Municipal de Valentina, na capital paraibana, com sinais de alarme. A SES aguarda resultado do exame para a doença.

O ano de 2024 na Paraíba já registrou 2.349 casos prováveis de arboviroses, sendo 2.083 casos de dengue, 250 de chikungunya e 16 de zika.

Portal Picuí Hoje com g1 PB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário