Ruptura em região genital foi causa da morte de jovem após encontro com jogador do Corinthians - Portal Picuí Hoje

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Post Top Ad

1.2.24

Ruptura em região genital foi causa da morte de jovem após encontro com jogador do Corinthians

Livia Gabriele morreu em São Paulo após encontro com o jogador do Corinthians Dimas Filho. A jovem sofreu quatro paradas cardiorrespiratórias e estava com um sangramento na vagina.
Polícia investiga morte de jovem de 19 anos após encontro com jogador do Corinthians Dimas Filho – Foto: Reprodução/TV Globo.
O atestado de óbito da jovem Livia Gabriele da Silva Matos, de 19 anos, que morreu após encontro com o jogador do Corinthians Dimas Filho, afirma que a causa da morte foi uma ruptura em uma região genital, chamada de saco de Douglas. O caso aconteceu em Tatuapé, na Zona leste da capital paulista, e é investigado como morte suspeita pelo Trigésimo Distrito Policial (30º DP). Dimas é paraibano e joga no Sub-20 do Corinthians.

Segundo o g1, o documento, afirma que houve uma ruptura de fundo de saco de Douglas com extensão à parede vaginal esquerda da jovem. O saco de Douglas é uma região genital localizada na parte baixa do abdômen, entre o útero e o reto.

O atestado, emitido à 0h dessa quarta-feira (31) pelo Hospital Municipal do Tatuapé, também menciona que "aguarda exames complementares", considerando exames necroscópico, toxicológico e sexológico, que não foram divulgados até o momento. Essa análise deve apontar o que causou a ruptura na região genital da jovem e indicar se Lívia consumiu algum tipo de substância, como álcool ou entorpecentes.

O advogado da família da jovem disse à TV Globo que ainda aguarda os laudos do Instituto Médico Legal (IML), mas que a ruptura na região genital aparentemente não ocorre em uma relação sexual normal.

O advogado de Dimas, Tiago Lenoir, afirmou que o atleta está abalado e permanece à disposição das autoridades policiais para prestar esclarecimentos. A defesa também aguarda que o exame de necropsia determine a causa da morte da jovem.

Entenda o caso
Livia Gabriele morreu após encontro com o jogador do Corinthians Dimas Filho – Foto:Reprodução/Redes sociais.
Conforme as informações, Livia Gabriele estava no apartamento de Dimas na noite de terça-feira (31), quando foi levada ao pronto-socorro do Tatuapé pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que foi acionado pelo próprio jogador.

De acordo com informações de Lucas Sarri, tenente da Polícia Militar (PM) que atendeu a ocorrência, a vítima apresentou sangramento na região íntima e sofreu quatro paradas cardíacas. O paraibano Dimas, por sua vez, foi conduzido à delegacia e relatou que mantinha relações sexuais com a jovem, quando ela começou a passar mal.

Ela teve quatro paradas cardiorespiratórias seguidas: uma no local, uma na viatura do SAMU e duas já no Pronto Socorro de Tatuapé, onde foi à óbito.

As investigações ainda serão feitas com a abertura do inquérito policial, e o jogador paraibano não é considerado suspeito pela morte de Livia. Até aqui, Dimas é investigado no caso de morte suspeita, mas não é considerado responsável, segundo a Polícia Civil.

A defesa do paraibano confirmou que a relação foi consensual e que o encontro da terça-feira teria sido o primeiro entre Dimas e a vítima, de acordo com relatos colhidos pelo g1.

O jogador, por sua vez, que teve o apartamento periciado pela polícia, negou no Boletim de Ocorrência, o uso de drogas ou de bebidas alcóolicas. O atleta informou, em depoimento à polícia, que durante a relação sexual, a jovem desmaiou e, a partir daí, ele ligou para o SAMU.

De acordo com o registro policial, Dimas afirmou, ainda, que nunca havia se encontrado com Livia, mas que, como iria entrar de férias e viajar para João Pessoa, onde reside sua família, resolveram marcar o encontro para a noite da terça-feira (30). No hospital, o pai da garota contou que a filha se encontraria com uma amiga para assistir ao jogo do Corinthians e São Paulo.

Jogador do Corinthians é paraibano

Dimas Cândido de Oliveira Filho tem 18 anos e é natural de João Pessoa. O meia integra o Sub-20 do Corinthians desde abril de 2023, quando foi contratado por empréstimo junto ao Coimbra.

Em nota oficial, o Corinthians informou que "está ciente dos acontecimentos que envolveram um de seus atletas da base, aguarda a investigação dos fatos e está à disposição para colaborar com as autoridades".

Portal Picuí Hoje com Jornal da Paraíba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário