LAMENTÁVEL: "Praça do Boi" de Picuí é alvo de vandalismo e tem peças temáticas parcialmente destruídas - Portal Picuí Hoje

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

test banner ______________________________________________________________test banner

23/11/2021

LAMENTÁVEL: "Praça do Boi" de Picuí é alvo de vandalismo e tem peças temáticas parcialmente destruídas

A Praça Temática José Líbio Dantas, da cidade de Picuí, Seridó paraibano, mais uma vez foi alvo de vandalismo. Segundo informações que chegaram à nossa reportagem, a polícia foi acionada na tarde desta terça-feira (23) para impedir que um adolescente (ainda não identificado) destruísse totalmente os monumentos temáticos existentes no equipamento público que ficou popularmente conhecido como "Praça do Boi", em virtude da existência do animal que dá origem a carne de sol ‒ um dos pratos mais tradicionais do município e região e que propagou o nome da cidade de Picuí internacionalmente como a "Terra da Carne de Sol".
De acordo com informações que circulam nas redes sociais, o adolescente que foi contido pelas autoridades, possivelmente sofre com dependência química. Tentamos entrar em contato com o setor competente, no entanto, até o momento da postagem desta matéria, não obtivemos nenhuma informação acerca do fato.

Situada no Bairro JK, o espaço que foi inaugurado em 2012, na gestão do então prefeito Rubens Germano (PSB), dentro das festividades de Emancipação Política do município, há anos subsiste sem contar com serviços de vigilância e uma zeladoria corrente. O que acontece também com Praça do Garimpeiro, que fica ao lado.

É lamentável de mais presenciar um local o qual representa a viva existência de um dos filhos mais ilustres da terra: o saudoso artista plástico picuiense Zé Crisólogo, falecido em novembro de 2019, que inclusive foi o criador de tudo que lá se vê. Quanto talento e quantas boas lembranças estão sendo jogadas fora! Chega a revoltar!

Os atos de vandalismo resultam em grandes prejuízos e provocam transtornos na vida de grande parte da população. Esse tipo de comportamento não está condicionado à situação socioeconômica dos depredadores, pois eles podem ser encontrados em todas as classes sociais. De qualquer forma, acreditamos que a educação ainda seja o melhor caminho para transformar vândalos em cidadãos que não destruam o patrimônio que pertence a todos.

Convocamos a população para trabalharmos juntos no combate ao vandalismo por meio de denúncias anônimas, as quais garantirão a identificação e a punição dos responsáveis pelos danos. Pois, sem a ajuda da população, é quase impossível que um bom trabalho de fiscalização possa ser feito.
Por: Marcílio Araújo - Portal Picuí Hoje
Imagens: reprodução/Redes sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário