Picuí de Luto: Morre Marilene Cordeiro, uma das maiores comerciantes picuienses de carne de sol - Portal Picuí Hoje

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

test banner ______________________________________________________________test banner

segunda-feira, 15 de março de 2021

Picuí de Luto: Morre Marilene Cordeiro, uma das maiores comerciantes picuienses de carne de sol

Por Marcílio Araújo - Portal Picuí Hoje

Faleceu na tarde desta segunda-feira (15) na Capital João Pessoa, a comerciante picuiense Marilene Cordeiro da Silva. Aos 76 anos, dona Marilene, como era carinhosamente conhecida, descansou, após ter travado uma grande luta contra o Câncer.

Acompanhe também o Portal Picuí Hoje no FacebookInstagram e no Youtube

Foi com o senhor Paulo Henrique de Araújo que dona Marilene uniu alianças diante de Deus e juntos tiveram 5 filhos, que são: Adriana Dantas, Ângela Merice, Polianna Mirna, Adriano José e Henrique Paulo.
Ao lado do esposo, dona Marilene se tornou uma das maiores comerciantes de carne de sol de Picuí e, diga-se de passagem, de todo Estado da Paraíba. Ela também foi responsável pelo início de um grande projeto de sucesso: o renomado e reconhecido nacionalmente Restaurante Recanto do Picuí.

A brilhante história de sucesso do Recanto do Picuí

O casal, recém-chegado ao município de João Pessoa, começou a comercializar a carne de sol em “quentinhas” em sua residência, que era situada na Avenida Beira Rio, no Bairro da Torre. Os primeiros clientes eram seus próprios conterrâneos que naquela época também lá estavam residindo. A carne de sol era acompanhada de feijão verde, farofa d'água, paçoca, pirão de queijo, macaxeira cozida, arroz de leite e vinagrete. O comércio cresceu rapidamente e logo as pessoas que aguardavam seus pratos naquele “fundo de quintal” o faziam bebendo cerveja em um bate papo animado e descontraído.

Impulsionado pelo crescimento, ainda durante o mesmo ano, o casal inaugura o Restaurante Recanto do Picuí”, que ficava situado na Avenida Beira Rio. A clientela cresce rapidamente e casal decide abrir filiais na Paraíba e em outras capitais do Nordeste, o que solidifica a marca “Carne de sol de Picuí”.

Todos esses restaurantes acabaram exportando picuienses para trabalhar nas funções de garçom, cozinheiro e churrasqueiro. O sucesso do Recanto do Picuí ao longo dos anos levou vários picuienses ‒ muitos deles ex-funcionários da empresa  a abrirem seus próprios estabelecimentos similares ao recanto em outras partes do país.

O Recanto do Picuí acabou transformando-se em sinônimo de alto padrão de qualidade e refino no paladar de milhares de pessoas que adoram uma qualificada carne de sol braseada e que acabou fazendo com que o nome do município se tornasse uma marca registrada em todo país.

O mais importante de tudo isso, é que, até os dias atuais, a empresa a qual alcançou o grande sucesso por meio das mãos de dona Marilene continua gerando emprego e renda à milhares de trabalhadores e trabalhadoras, principalmente os picuienses, os quais sempre receberam, principalmente por parte da mesma, um carinho especial.

Diga-se de passagem que, dona Marilene, também foi uma das principais responsáveis por Picuí, município localizado na região do Seridó paraibano, ter alcançado reconhecimento nacional como a "Terra da Carne de Sol", ou "Capital Mundial da Carne de Sol". É Picuí, a única cidade do país que promoveu durante anos o Festival da Carne do Sol, instituído no ano de  1997 e acabou tornando-se o maior evento de cunho gastronômico no interior do Estado da Paraíba. Tanto é que hoje o mesmo consta no calendário turístico do Estado.

Picuí, a cidade que tem a tradição do processamento da carne de sol, que passa de geração a geração, preserva suas tradições, sua história, seus sabores, sua técnicas e suas práticas culinárias, será também acidade que lembrará eternamente com grande carinho de uma das maiores picuienses: dona Marilene.

O velório do corpo da mesma acontece nesta segunda-feira (15) na Central de Velórios do Cemitério Parque das Acácias, situado à Rua Luiz de Lima Freire, nº 200, no Bairro José Américo, em João Pessoa. Já o sepultamento será realizado na manhã desta terça-feira (16)  Cemitério Parque das Acácias, no mesmo endereço.

Neste momento de profunda dor, expressamos nossos mais sinceros votos de profundo pesar à todos os familiares e amigos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário