Em Patos: Servidor público falecido tem caixão negado pela prefeitura por dívida com funerária - Portal Picuí Hoje-O seu portal de notícias

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

quinta-feira, 3 de outubro de 2019

Em Patos: Servidor público falecido tem caixão negado pela prefeitura por dívida com funerária

Caixão foi negado por dívida da prefeitura (Foto: Reprodução)
Um servidor público patoense que faleceu no município na última terça-feira (1º) teve o caixão negado pela prefeitura. A situação foi denunciada pelo vereador patoense, Ramon Pantera, que demonstrou indignação com o que chamou de irresponsabilidade do prefeito interino Ivanis Lacerda.

O vereador disse que ainda na terça foi informado que a secretária de Desenvolvimento Social Edjane Araújo foi impedida de conceder um caixão para o velório do servidor público, que faleceu na UPA 24 horas, porque a prefeitura tem um débito de cerca de R$ 30 mil com a empresa funerária licitada.

Ramon Pantera lembrou que a Câmara Municipal de Patos aprovou o projeto de remanejamento de recurso, porque prefeitos disseram que era necessário e, ainda assim, a prefeitura sequer pagou uma dívida de R$ 30 mil com uma funerária.

Após a denúncia, a Prefeitura de Patos informou, em nota, que parte da dívida com a empresa fornecedora estava sendo providenciada “para que a família não ficasse desamparada nesse momento de dor com a perda do ente”. O fornecedor manifestou-se junto a Prefeitura e afirmou que não deixaria a família sem o auxílio.

“Esclarecemos ainda que não é segredo que a Prefeitura de Patos passa por um momento financeiro delicado, mas afirmamos que o auxílio-funeral foi concedido, não ocorrendo a recusa. A Prefeitura ainda esclarece que é de interesse do prefeito interino solucionar as dívidas, e que mesmo com as dificuldades, a edilidade pública vem trabalhando de forma incansável para solucionar os problemas e não deixar a população sem assistência”, diz a nota.

Se Liga PB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nosso colaborador

Nosso colaborador