MINISTÉRIO DA SAÚDE DISPONIBILIZA CURSO DE ESTIMULAÇÃO PRECOCE NA MODALIDADE EAD PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE - Portal Picuí Hoje

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

sábado, 12 de março de 2016

MINISTÉRIO DA SAÚDE DISPONIBILIZA CURSO DE ESTIMULAÇÃO PRECOCE NA MODALIDADE EAD PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE

Sábado, 12 de março de 2016

A iniciativa é destinada a fisioterapeutas, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, psicólogos, médicos e enfermeiros que atuam na reabilitação de crianças com microcefalia.
O Ministério da Saúde disponibiliza a partir desta sexta-feira (11) aos profissionais de saúde o Curso de Estimulação Precoce. O conteúdo foi desenvolvido em razão do cenário de urgência dado pelo aumento de casos de microcefalia em todo o país em decorrência de infecção pelo vírus Zika. A iniciativa faz parte das ações prevista no Plano Nacional de Enfrentamento ao Aedes aegypti e à Microcefalia, que está sendo executado pelo governo federal. 

Confira também:
O curso é destinado a fisioterapeutas, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, psicólogos, médicos, enfermeiros, entre outros profissionais que trabalham com estimulação precoce e que atuam nos diversos serviços da Rede SUS (Atenção Básica e Especializada), como os ligados aos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF) e os Centros Especializados em Reabilitação.
As aulas serão na modalidade de educação a distância. Para acessar o conteúdo, é preciso fazer um cadastro na página da AVA-SUS. Os alunos deverão assistir aulas virtuais, ler os textos complementares da biblioteca e realizar as atividades pedagógicas. Cada aluno poderá fazer as unidades educacionais no dia e horário que for mais conveniente.
“Os profissionais das equipes multiprofissionais da Atenção Básica e da Atenção Especializada serão preparados quanto ao acompanhamento e o monitoramento do desenvolvimento infantil, bem como para a realização da estimulação precoce e orientação às famílias de crianças com problemas decorrentes da microcefalia e outros agravos”, explica o secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Hêider Pinto.
O curso tem 120 horas-aula de duração e é dividido em cinco capítulos. Os módulos abordam: introdução a temática da estimulação precoce; desenvolvimento da criança de 0 a 3 anos; estimulação precoce; uso de tecnologias assistivas e o brincar e a participação familiar na estimulação precoce.  
Essa é uma iniciativa do Ministério da Saúde – por meio da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES), da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) e da Secretaria de Atenção à Saúde (SAS) em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Fonte: Agência Saúde






Nenhum comentário:

Postar um comentário