LAMENTÁVEL: Quatro mulheres são assassinadas em três dias na Paraíba - Portal Picuí Hoje

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Post Top Ad

segunda-feira 09 2023

LAMENTÁVEL: Quatro mulheres são assassinadas em três dias na Paraíba

Quatro crimes contra mulher são registrados no final de semana na Paraíba — Foto: Divulgação/PM-PB.
Um total de quatro assassinatos de mulheres foi registrado entre sexta-feira (6) e domingo (8), em três cidades da Paraíba. Os crimes, três feminicídios e um homicídio, foram registrados em João Pessoa, Bayeux e Mamanguape. Autoridades investigam os crimes para esclarecer os casos.

O primeiro crime foi registrado na sexta (6), no bairro de Paratibe, na Zona Sul de João Pessoa, quando uma mulher, ainda não identificada, foi morta a tiros. O suspeito foi levado para a Central de Polícia da capital paraibana para prestar depoimento, e diante das várias versões apresentadas, ele foi preso.

Na madrugada do sábado (7), o segundo crime foi registrado. Uma mulher de 53 anos foi morta com golpes de faca pelo próprio marido, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa. De acordo com a Polícia Militar da Paraíba (PM-PB), o suspeito confessou o crime e foi conduzido para a Central de Polícia. Ainda segundo a PM, o homem estava numa granja com a vítima, quando por volta das 4h a mulher queria ir embora, mas após o pedido ele esfaqueou ela com um golpe de faca. O suspeito estava cumprindo pena em regime semiaberto por um outro homicídio que aconteceu em outra ocasião.

O terceiro e quarto crime foram registrados no domingo (8). Durante à tarde, em Mamanguape, uma mulher foi assassinada a tiros e os suspeitos fugiram após o crime. Policiais receberam informações de que disparos de arma de fogo foram ouvidos na região, e, ao chegarem no local indicado, os policiais encontraram uma pessoa caída no chão, na rua Benedito Joel Cordeiro, nas proximidades da Escola Dr. Gustavo Fernandes de Lima.

Segundo a polícia, a vítima, identificada como Maria Rafaela de Oliveira, teria sido atingida por seis tiros. A polícia trata este crime como vingança e acredita que ela tenha sido surpreendida pelos atiradores, que fugiram após o crime e ainda não foram localizados.

E no final da tarde, em Bayeux, na Grande João Pessoa, uma mulher de 41 anos, identificada como Lidijane Maria da Conceição, foi morta com um tiro na cabeça. A PM, ao chegar no local, encontrou a mulher caída em uma das suítes da casa e o companheiro dela, com quem tinham um relacionamento a cerca de seis meses, foi preso.

Em depoimento, o suspeito afirmou que eles tiveram uma discussão. Ele foi encaminhado para a carceragem da Central de Polícia de João Pessoa e deve passar por audiência de custódia nesta segunda-feira (9).

Como denunciar

Denúncias de estupros, tentativas de feminicídios, feminicídios e outros tipos de violência contra a mulher podem ser feitas por meio de três telefones:

  • 197 (Disque Denúncia da Polícia Civil);
  • 180 (Central de Atendimento à Mulher);
  • 190 (Disque Denúncia da Polícia Militar - em casos de emergência).

Além disso, na Paraíba o aplicativo SOS Mulher PB está disponível para celulares com sistemas operacionais Android e iOS e tem diversos recursos, como a denúncia via telefone pelo 180, por formulário e e-mail.

As informações são enviadas diretamente para o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, que fica encarregado de providenciar as investigações.

Portal Picuí Hoje com g1 PB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário