Ministério Público investiga aumento abusivo no preço do cimento vendido por fábricas da Paraíba - Portal Picuí Hoje

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Post Top Ad

quarta-feira 31 2023

Ministério Público investiga aumento abusivo no preço do cimento vendido por fábricas da Paraíba


O Ministério Público do Estado da Paraíba, por meio do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (MP-PROCON), está apurando denúncias de aumento abusivo no preço do cimento no estado. A investigação foi iniciada após uma reclamação apresentada pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil de João Pessoa (SINDUSCON-JP).

De acordo com o sindicato, o aumento nos preços do cimento, supostamente abusivo, tem causado sérios prejuízos aos empreendimentos, principalmente às habitações de interesse social (HIS). O SINDUSCON-JP ressalta que a Paraíba é um grande produtor de insumos, com abundância de matéria-prima, o que torna a justificativa para o aumento ainda mais questionável.

Diante dessas informações, o promotor de Justiça Romualdo Tadeu de Araújo Dias, diretor-geral do MP-PROCON, decidiu instaurar o presente inquérito civil com o objetivo de apurar a responsabilidade das fábricas de cimento situadas no estado da Paraíba e tomar as medidas necessárias para combater eventuais irregularidades.

O inquérito tem como finalidade principal investigar o aumento abusivo dos preços do cimento e, caso sejam identificadas infrações, o Ministério Público poderá propor uma Ação Civil Pública ou celebrar um Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta (TAC).


Foto: Reprodução.
Portal Picuí Hoje com PB Agora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário