Apoiador de Bolsonaro mata defensor de Lula após discussão por política na Paraíba, segundo delegado - Portal Picuí Hoje

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Post Top Ad

segunda-feira 29 2023

Apoiador de Bolsonaro mata defensor de Lula após discussão por política na Paraíba, segundo delegado


Um agricultor de 38 anos, defensor do presidente Lula (PT), foi morto a tiros após uma discussão por causa de política com um apoiador do ex-presidente Bolsonaro (PL) 
em um sítio na zona rural do município de São João do Rio do Peixe, localizado na região do Sertão paraibano.

O crime foi regitrado na madrugada do sábado (27), mas se tornou público nesta segunda-feira (29), após as informações serem divulgadas pelo delegado Dr. Francisco Filho, da Polícia Civil (PC).

Segundo o delegado, a vítima, identificada como Edvan de Sousa Abreu, e o suspeito, identificado como Otacílio de Sousa Abreu, teriam feito uma aposta sobre quem venceria as eleições, em outubro do ano passado. Edvan apostou em Lula e o Otacílio em Bolsonaro e, após o resultado do segundo turno, o suspeito pagou a aposta, no valor de R$ 1 mil.

Conforme o registro da ocorrência na Polícia Militar (PM), na época da aposta, o Otacílio havia reclamado para outras pessoas que Edvan "estava zombando dele por ter perdido", porém segundo o delegado, ambos não haviam discutido mais desde então.

Na madrugada do sábado, os dois estavam bebendo em um bar, no mesmo sítio onde moram e trabalham como agricultores, quando começou uma discussão por causa de política. Testemunhas contaram à PM que após a discussão, Otacílio foi para casa, pegou uma arma e voltou atirando em Edvan, que morreu ainda no local.

De acordo com a PM, o suspeito fugiu após o crime, que aconteceu por volta das 1h30. Até as 7h40 desta segunda-feira, não haviam informações sobre se o suspeito havia sido localizado ou preso, e a polícia segue investigando o caso.

Foto: Divulgação/PC.
Portal Picuí Hoje com g1 PB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário