Paraíba não registra nenhuma morte por Covid-19 pela primeira vez desde abril de 2020 - Portal Picuí Hoje

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

test banner ______________________________________________________________test banner

18/10/2021

Paraíba não registra nenhuma morte por Covid-19 pela primeira vez desde abril de 2020

A Paraíba não registrou nenhuma morte por Covid-19 nas últimas 24 horas. O número é inédito, pois desde abril de 2020 as mortes pelo vírus aconteciam todos os dias, ainda que subnotificadas. Além disso, 42 novos casos da doença foram registrados no período. As informações foram divulgadas pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), e se referem aos dados oficiais do boletim epidemiológico, coletados às 10h desta segunda-feira (18).

De acordo com a SES, a primeira morte por Covid-19 do estado aconteceu no dia 17 de março de 2020, mas só foi registrada no dia 31 de março do mesmo ano. Devido aos casos de subnotificação, o boletim epidemiológico, divulgado todos os dias pela Secretaria de Saúde, só começou a registrar mortes diariamente a partir de 12 de abril de 2020. Desde então não se tem registro de dias sem mortes causadas pelo coronavírus.

O maior número de mortes em apenas um boletim epidemiológico foi registrado no dia 31 de março de 2021, quando foram 73 óbitos. No total, o estado tem 9.371 mortes por Covid-19.

De acordo com o secretário de Saúde do estado, Geraldo Medeiros, a redução de mortes e casos começou a partir do avanço da vacinação “A vitória da ciência está se aproximando'', disse. A vacinação contra Covid-19 teve início na Paraíba em 19 de janeiro deste ano.

O secretário informou, ainda, que a taxa de transmissão na Paraíba está em 0,87%, isso indica que 100 pessoas contaminam, proporcionalmente, 87 pessoas.

O número representa uma estabilidade em relação às últimas semanas, mas o secretário de saúde atesta que não há motivos para deixar os cuidados de lado “Não podemos achar que a pandemia acabou, há uma contenção em curso, mas caso as pessoas deixem de usar máscaras e manter os cuidados podemos ter um novo aumento de casos e, consequentemente, de mortes”, afirma Geraldo Medeiros.

Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde da Paraíba, segunda-feira costuma ser um dia de subnotificações, isso acontece porque a Vigilância Sanitária dos municípios não opera com normalidade no domingo, o que dificulta o registro dos casos nas plataformas de notificação, o Sistema de Informação de Vigilância Epidemiológica da Gripe (SiVEP) e o e-SUS.

G1 PB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário