Secretário de Educação da Paraíba diz que não há condições para reabrir escolas com atual situação da pandemia - Portal Picuí Hoje

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

test banner ______________________________________________________________test banner

07/01/2021

Secretário de Educação da Paraíba diz que não há condições para reabrir escolas com atual situação da pandemia


Cláudio Furtado, secretário de Educação da Paraíba, disse nesta quinta-feira (7) que a liberação das aulas em escolas por meio do sistema híbrido – 30% dos alunos em método presencial e 70% de forma remota – , ainda depende da vacinação da população contra a Covid-19. De acordo com o gestor, também se faz necessário analisar os resultados sorológicos nas próximas semanas antes de anunciar uma decisão definitiva.

Acompanhe também o Portal Picuí Hoje no FacebookInstagram e no Youtube

Ainda segundo, o resultado de inquérito sorológico previsto para o dia 15 de janeiro ajudará as equipes da Secretaria de Estado da Educação, Ciência e Tecnologia a formalizar decisões sobre o retorno das atividades escolares na Paraíba, em 2021. Ele alega que a liberação das aulas, mesmo pelo sistema híbrido, ainda depende do início da vacinação da população.

O objetivo é não incorrer em riscos para o aumento de casos da Covid-19, e ir na contramão, a exemplo de outros Estados e até nações, como a Inglaterra, que determinaram o retorno das aulas presenciais, mas precisaram retornar as medidas restritivas devido a novo surto da doença.

“Se os números da Covid-19 continuarem aumentando e não iniciarmos o processo de vacinação, existe também a possibilidade de se voltar remotamente até a gente ter condições para entrada de ensino híbrido”, disse o secretário lembrando que a previsão da Pasta é que a modalidade esteja implantada entre o final de fevereiro e o início de março”, declarou Cláudio.

Ele ainda comentou sobre o retorno da aulas presenciais. “Hoje um dos fatores que mais nos preocupa é a discussão do governo federal do início da vacinação. Temos que analisar o cenário hoje no Brasil, do aumento dos casos e isso tem que ser levado em consideração. Olhando o momento atual, não tem como reabrir escolas”, concluiu.

Paraíba Debate.

Nenhum comentário:

Postar um comentário