MPC-PB emite parecer pela reprovação das contas de Olivânio, relativas à 2018 - Portal Picuí Hoje

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

quinta-feira, 8 de outubro de 2020

MPC-PB emite parecer pela reprovação das contas de Olivânio, relativas à 2018


O Ministério Público de Contas do Estado da Paraíba (MPC-PB) identificou diversas irregularidades na prestação de contas da Prefeitura Municipal de Picuí, Seridó paraibano, referente ao ano de 2018, e emitiu nesta quinta-feira (08) um parecer pela reprovação das contas do prefeito Olivânio Remígio (PT).

De acordo com o Parecer nº 1173/20, o MPC apontou, além da prática de nepotismo e acumulação ilegal de cargos públicos, o não recolhimento da contribuição previdenciária do empregador ao Instituto de Previdência Social do município (IPSEP), no valor de mais de R$ 2 milhões; confira:

- Descumprimento de norma legal;- Gastos com pessoal acima do limite (54%) estabelecidos pelo art. 20 Lei de Responsabilidade Fiscal;

- Descumprimento de Resolução do TCE/PB;

- Repasses ao Poder Legislativo em desacordo com o art. 29-A, § 2º, da Constituição Federal;

- Não recolhimento da contribuição previdenciária do empregador à instituição de previdência, no valor de R$ 2.138.862,05;

- Nomeação de cônjuge, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, investido em cargo de direção, chefia ou assessoramento, para o exercício de cargo em comissão (NEPOTISMO);

- Despesas com justificativas de dispensa ou inexigibilidade de licitação sem amparo na legislação, no valor de R$ 426.780,00;

- Acumulação ilegal de cargos públicos;

- Despesa sem licitação no total de R$ 346.622,61, referente ao fornecimento de combustíveis destinados aos veículos da Prefeitura.


Portal Picuí Hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário