AIJE em Cuité: Charles Camaraense e Renan Furtado serão investigados pela prática de supostos ilícitos eleitorais - Portal Picuí Hoje

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

domingo, 11 de outubro de 2020

AIJE em Cuité: Charles Camaraense e Renan Furtado serão investigados pela prática de supostos ilícitos eleitorais


Foi protocolada uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) sob nº 0600281.08.2020.6.15.0024, pela prática de supostos ilícitos eleitorais, em desfavor do prefeito e candidato à reeleição Charles Camaraense (Cidadania), de Cuité, município localizado na região do Curimataú paraibano, cuja ação também foi promovida contra o vereador-presidente da Câmara Municipal de Cuité e candidato à vice-prefeito da chapa da Cherles, Renan Furtado (PROS) e 0 candidato à vereador Rafel Pimenta (Cidadania).

Segundo informações repassadas à nossa reportagem pelos advogados representantes da Coligação autora da ação, existem robustas provas de que os investigados praticaram e vem praticando diversos ilícitos eleitorais em troca ilícita de votos, entre eles, contratação por excepcional interesse público de cargos em comissão em troca de votos, distribuição de material de construção adquirido em licitação fraudulenta em troca de votos; distribuição de máscaras com a participação de pré-candidatos como promoção pessoal e doação de terrenos em ano eleitoral em trocas de votos sem autorização do Poder Legislativo.

Ainda segundo os advogados, sendo julgada procedente a AIJE, os investigados poderão ter os registros de suas candidaturas e/ou diplomas cassados, e, caso forem eleitos, poderão perder seus mandatos por captação ilícita de votos e abuso de poder econômico e político, além de ficarem inelegíveis por até oito anos.

Os advogado da Coligação autora da ação estão confiantes na procedência do pedido, haja vista as robustas provas colacionadas como vídeos, fotos, postagens, documentos oficiais, entre outras, bem como, pela firmeza da Justiça Eleitoral da Paraíba, conforme restou claro nas afirmações do presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Estado da Paraíba (TRE-PB), desembargador José Ricardo Porto, que afirmou, recentemente, que “não permitiremos que a máquina pública turbine candidaturas”.

Portal Picuí Hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário