Caos: Ambulância de Picuí falta combustível em Remígio e condutor toma dinheiro emprestado para abastecer; paciente portadora de Câncer com 87 anos sofre com situação - Portal Picuí Hoje-O seu portal de notícias

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

Caos: Ambulância de Picuí falta combustível em Remígio e condutor toma dinheiro emprestado para abastecer; paciente portadora de Câncer com 87 anos sofre com situação

Por falta de combustível, uma ambulância pertencente a rede de saúde do município de Picuí, Seridó paraibano, ficou no "prego" no município de Remígio, no Brejo paraibano. De acordo com informações que chegaram a nossa redação, o fato ocorreu nesta última quinta-feira (23), no momento em que a ambulância retornava de João Pessoa, inclusive com uma paciente de 87 anos de idade, que, além de sofrer com Câncer, sofre com problemas respiratórios e renais.

Neste último domingo (26), o vereador Wagner Henriques (PSB) relatou os fatos da lastimável situação que traz mais um selo para a desastrosa gestão do prefeito Olivânio Remígio (PT), durante sua participação no programa "Picuí em Foco", veiculado pela Rádio Cenecista de Picuí. Segundo as informações que também foram confirmadas pelo vereador, para chegar em casa, o condutor da ambulância teve que tomar dinheiro emprestado para abastecer o veículo e chegar em casa.

"Quem quer saber da história, pare no Bar do Garçom", declarou o vereador.

"A mídia de Picuí é tão grande, que divulga carros novos mas passa um constrangimento tão grande desses. Isso não existe. Quantos e quantos constrangimentos outras pessoas passam pra ter o direito de um carro e a uma viagem, que é negado por questões políticas", lamentou.

Durante participação ao vivo por telefone, o vereador Ataíde Xavier (PSD), disse que, além de ter que enfrentar uma viagem cansativa, desgastante, o paciente teve que passar humilhação e falou da vergonha de Olivânio em não ter crédito para comprar combustível fiado na terra do deputado estadual Chió (Rede), o qual recebeu seu apoio no último pleito.

Ainda segundo as informações, a paciente que necessita 24 horas de auxílio respiratório por meio de gás oxigênio, foi obrigada a ser conduzida na ambulância com mais dois pacientes e, mesmo tendo sendo atendida e liberada pela equipe médica que lhe atendeu por volta das 10h, teve que esperar até cerca das 16h para retornar para casa, devido a espera pelos demais pacientes.

Quem está acostumado a ouvir os programas de rádio do prefeito do município e acompanhar suas redes sociais, não imagina que a realidade da terra da carne de sol é bem diferente do que é passado ao povo pela mídia fantasiosa e bem paga do gestor. O que é encoberto pelo petista, não está distante dos olhos da população. Basta uma simples consulta ao Sagres, do Tribunal de Contas da Paraíba (TCE), e está lá, tudo bem esclarecido.
Imagem ilustrativa

Marcílio Araújo - Portal Picuí Hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nosso colaborador

Nosso colaborador