Prefeito de Nova Palmeira nega acusação de homofobia e diz que esposa é perseguida por vereador - Portal Picuí Hoje-O seu portal de notícias

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

sábado, 23 de novembro de 2019

Prefeito de Nova Palmeira nega acusação de homofobia e diz que esposa é perseguida por vereador

O prefeito de Nova Palmeira, Seridó paraibano, Ailton Gomes (PTB) negou as acusações feitas pelo do vereador Gibanilson dos Santos Oliveira (PSB), no final da manhã deste sábado (23), a REDE SERIDÓ PARAÍBA.

Ailton afirmou a Rede Seridó Paraíba que assim que chegou a Unidade Básica de Saúde (UBS) do município acompanhado da sua esposa, Maíra Gomes (PTB), foi surpreendido pelo vereador Gil anunciando que iria tirar fotos da sua esposa por ela está dirigindo o carro.

“Eu estava na prefeitura com minha esposa que é secretária de saúde, dai tinha chegado um pessoal de João Pessoa que o governador mandou para fazer uma vistoria no hospital, já que o hospital será reformado, na hora que eu chego em frente ao hospital com a minha esposa que estava dirigindo o carro ele estava na calçada ai já foi dizendo: “eu vou tirar foto de vocês, eu vou tirar foto de vocês. Vereadora não pode esta dirigindo esse carro não” perguntei qual era o crime que minha esposa estava cometendo por esta dirigindo o carro? Isso é para cortar gastos. Ao invés de contratar um motorista, ela vem dirigindo o carro.”, disse.

O prefeito também garante que não agiu de maneira homofóbica contra o vereador, e admitiu que queria quebrar o celular de Gil, caso tivesse pegado, e ainda afirmou que Gil persegue sua esposa.

“Não chamei ele de “viado” ou fresco”. Chamei de vagabundo safado, vereador vagabundo safado. Eu ia quebrar o celular na cara dele se ele não coloca no bolso eu ia quebrar. Todo canto ele esta perseguindo minha esposa. Todo o canto que chega é tirando foto dela ele não pode está tirando foto dela sem autorização. Ela vai fazer um B.O, na segunda-feira, contra ele, em Picuí”, disse.

Ailton assegura que a ação do vereador é um desespero por está prestes a iniciar as obras de recuperação da UBS e de uma escola estadual. O prefeito finalizou suas declarações a Rede Seridó Paraíba pedindo que os vereadores de oposição buscassem recursos para o município.

“Foi desse jeito que aconteceu. Na verdade, estão no desespero porque agora a gente vai começar a reforma do hospital e da escola. Por isso que estão desesperados. Eu queria pedir aos vereadores que quando fossem para o programa da rádio cenecista, que procurassem os seus deputados para conseguir alguma coisa para Nova Palmeira, só levam o tempo em falar do prefeito Ailton o povo esta desligando o rádio com abuso”, finalizou.

Entenda o caso
O vereador Gibanilson dos Santos Oliveira (PSB) registrou, no final da tarde desta sexta-feira (22), na 13ª Delegacia Seccional de Polícia Civil de Picuí, Seridó paraibano, um Boletim de Ocorrência no qual acusa o prefeito do município de Nova Palmeira, Ailton Gomes (PTB) de homofobia e tentativa de agressão física.

O vereador Gil relatou a Polícia Civil que tentou fotografar a esposa do prefeito e secretária de saúde Maíra Gomes (PTB) usando um dos veículos oficiais do município de Nova Palmeira. O vereador afirma que Maíra não possui habilitação para dirigir e que, mesmo assim, faz uso dos veículos oficiais do município.

Gil garante a Polícia Civil que o prefeito Ailton tentou tomar o seu celular e o empurrou por três vezes e que o prefeito só não bateu nele por ter sido contido por alguns populares presentes. Gil também destaca que durante a discussão sofreu ataques homofóbicos ao ser chamado de “viado” e “fresco” pelo gestor municipal.

O vereador declara ainda que teme por sua segurança e dos seus familiares e que irá acionar a Câmara de Nova Palmeira para que as devidas providências sejam tomadas com relação ao fato.

Anderson Eliziário – Rede Seridó Paraíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nosso colaborador

Nosso colaborador