Sobe para 21 o número de mortes por síndromes respiratórias na Paraíba - Portal Picuí Hoje

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Post Top Ad

quinta-feira 11 2023

Sobe para 21 o número de mortes por síndromes respiratórias na Paraíba


A Secretaria de Estado da Paraíba (SES) confirmou 21 mortes por síndromes respiratórias (SRAG) no estado. Até então, o estado tinha notificado 18 mortes por SRAG. Além das mortes, mais de 98% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) destinados para crianças estão ocupados. Os dados atualizados, com três mortes, foram divulgados nessa quarta-feira (10).

De acordo com a SES, a Paraíba registrou até a quarta (10) 186 casos de síndromes respiratórias, sendo 65 por influenza. Do total de casos, a maior parte (67) foi registrada em crianças menores de um ano; 55 em crianças de um a quatro anos; e 19 em crianças entre cinco e nove.

Até a divulgação dos dados, o Estado notificou 21 mortes por síndromes respiratórias, sendo 11 mortes de crianças com até sete anos; três tinham entre 39 e 58 anos e sete eram maiores de 60 anos. Outras cinco mortes estão em investigação.

As mortes foram registradas em dez cidades paraibanas; são elas:

  • João Pessoa - 5
  • Monteiro - 6
  • Sousa - 3
  • São João do Tigre - 1
  • Santa Luzia - 1
  • Cabedelo - 1
  • Conde - 1
  • Jacaraú - 1
  • Sumé - 1
  • Alagoa Grande - 1

Ainda segundo o levantamento, 98% dos leitos de UTIs pediátricas estão ocupados, e nas enfermarias, 72% dos leitos estão ocupados. Nas últimas 24 horas que antecederam a divulgação dos dados, 14 crianças foram internadas com sintomas respiratórios.

Vacinação

A SES informou que a Paraíba tem apenas 38,72% de cobertura vacinal contra a Influenza. O imunizante está sendo oferecido a grupos prioritários até 31 de maio, e o público infantil, de crianças entre seis meses até seis anos, tem 30,19% de cobertura.

Dos 223 municípios paraibanos, 142 estão com porcentagem de cobertura abaixo de 50% no público infantil e 80 estão com cobertura entre 50 e 89%.

Foto: SES-PB/divulgação.
Portal Picuí Hoje com g1 PB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário