PF deflagra operação contra fraude processual em nova fase de investigação de compra de votos nas eleições de 2022, na PB - Portal Picuí Hoje

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Post Top Ad

terça-feira 04 2023

PF deflagra operação contra fraude processual em nova fase de investigação de compra de votos nas eleições de 2022, na PB

Dinheiro apreendido — Foto: Divulgação
A Polícia Federal (PF) realizou na manhã desta terça-feira (04) mais uma operação no Estado da Paraíba. Segundo informações divulgadas pela PF, a operação “Fantasia” é mais um desdobramento da operação "Mercador", e tem o objetivo de combater um esquema de fraude processual. Até o momento foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão, sendo quatro na cidade de João Pessoa e um em Patos.

Na capital, os mandados foram nos Bairros de Manaíra, Portal do Sol e Jaguaribe. Já em Patos, na região do Sertão paraibano, a PF esteve no Bairro Brasília.

A "Mercador" foi realizada em 14 de outubro de 2022. Ela se deu após mais de R$ 173 mil, em espécie, terem sido apreendidos com material de campanha na véspera do 1º turno das eleições. A apreensão se deu após colisão de um veículo com uma motocicleta, na cidade de Santa Luzia, na região do Sertão paraibano, em 23 de setembro, no mesmo ano. Durante a abordagem policial pela Polícia Militar (PM) e pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) houve tentativa de ocultação do montante em questão.
Local das Buscas em Jaguaribe — Foto: Divulgação
Durante a operação, foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão nas cidades de João Pessoa, São José do Sabugi Teixeira, com objetivo de saber a origem do dinheiro e sua finalidade. Já em fevereiro, oriunda da ação, ocorreu a operação "Talir", quando foram realizados quatro mandados de busca e apreensão no município de Campina Grande.

À época, a PF apreendeu quase R$ 900 mil na residência de um coordenador financeiro de campanha política na Paraíba. Também foram apreendidas duas armas, uma pistola .380 e uma espingarda calibre 12. No mês passado, a operação "Transporte Limpo", além da compra de votos, teve o objetivo de combater um esquema de transporte ilegal de eleitores.

Até o momento a PF não divulgou quem seria o candidato envolvivo, nem se o mesmo foi eleito.

Portal Picuí Hoje com Click PB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário