HULKINHO DO TRÁFICO: garoto de programa dopa homem, leva carro e rouba cliente de travesti - Portal Picuí Hoje

ÚLTIMAS

Post Top Ad

Post Top Ad

HULKINHO DO TRÁFICO: garoto de programa dopa homem, leva carro e rouba cliente de travesti

Jean Ferreira Leal, garoto de programa conhecido como "Hulkinho do Tráfico", foi detido novamente nesta semana após desacatar policiais militares durante uma abordagem. Segundo a ocorrência registrada na 2ª DP (Asa Norte), ele xingou os membros da corporação ao ser perguntando sobre uma coação contra um cliente de uma travesti. Hulkinho havia sido preso em setembro deste ano por tráfico de cocaína e ecstasy em festas voltadas para o público gay.

O caso mais recente ocorreu na madrugada dessa quarta-feira (24). De acordo com a denúncia registrada pelo cliente da travesti, ele teria negociado um programa no valor de R$ 110 e pagou o valor adiantado, já dentro de um quarto na comercial na 711/712 Norte.

Alguns minutos depois, no entanto, Hulkinho apareceu. Para intimidar o homem, se identificou como agente do Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF). O michê disse que o cliente deveria pagar mais R$ 500 pelo programa, no débito. O cliente diz que foi alvo de socos e chutes, mas conseguiu fugir do apartamento e pedir ajuda da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF).

Por coincidência, os policiais acionados pelo cliente da travesti estavam na W3 Norte já em busca de Jean, mas por outro motivo. Eles acharam um carro abandonado na altura da Quadra 703 que tinha uma ocorrência de roubo, relacionada ao próprio Jean.

Segundo o boletim de ocorrência registrado em 16 de novembro, Hulkinho teria conhecido um homem em uma festa no dia anterior e os dois foram embora do local juntos, em direção ao apartamento do dono do veículo. Aos policiais, o homem disse que, chegando em casa, “começou a ficar sonolento, como se estivesse dopado, e acabou adormecendo”. Quando acordou, percebeu que a carteira e carro haviam sumido.

Ao ser abordado na W3, Jean passou a xingar e a desacatar os PMs. Eles reagiram com o uso da força, imobilizando e algemando o Hulkinho, que assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) na 5ª DP (Área Central) e foi liberado em seguida.

Marcílio Araújo/Portal Picuí Hoje com Polêmica Paraíba.

Post Top Ad