Em Campina Grande: Feirão de empregos termina com confusão, vidros quebrados e fogo na rua - Portal Picuí Hoje-O seu portal de notícias

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

quinta-feira, 25 de abril de 2019

Em Campina Grande: Feirão de empregos termina com confusão, vidros quebrados e fogo na rua

Escola técnica oferecia 200 oportunidades, mas fila tinha cerca de 9 mil pessoas e nem todo mundo foi atendido.
Feirão de empregos em Campina Grande terminou com tumulto após longas filas — Foto: Reprodução/TV Paraíba

Um feirão de empregos que estava sendo oferecido por uma empresa de cursos técnicos em Campina Grande terminou em tumulto nesta quinta-feira (25). A intenção do feirão era oferecer 200 oportunidades de empregos, estágios e contratos de jovem aprendiz. Porém milhares de pessoas formaram longas filas e houve confusão, pois nem todo mundo foi atendido.


Entre os problemas, houve tumulto, foram jogadas pedras nas portas de vidro da instituição e vários candidatos as vagas que não foram atendidos começaram a queimar currículos no meio da rua. A Polícia Militar precisou ser acionada para controlar a situação.

A rede Grau Técnico divulgou uma nota na tarde desta quinta-feira onde lamenta os incidentes e os atos de vandalismo. A escola disse que desde o início havia deixado claro que seriam 200 vagas e que as fichas esgotaram.

"Até o momento do início dos incidentes, por volta das 13h, o Grau Técnico de Campina Grande havia realizado cerca de três mil atendimentos. A exemplo do que ocorre em outras praças, todos os demais participantes seriam atendidos até o horário marcado para o fim do evento, às 17h. [...] após os cerca de três mil atendimentos foram distribuídas em torno de 800 fichas aos primeiros candidatos que formavam uma fila com aproximadamente mais de seis mil pessoas", diz a nota.
Filas para feirão de empregos em Campina Grande começou na noite anterior e se espalhou por quarteirões. — Foto: Reprodução/TV Paraíba
Segundo a nota, após perceberam o tumulto, os atendimentos foram interrompidos para preservar a integridade física dos alunos e funcionários.

Os atendimentos começaram pela manhã desta quinta-feira, mas desde a noite da quarta-feira (25), os primeiros candidatos já chegaram para dormir na fila. Quando amanheceu, a fila já dava voltas pelos quarteirões entre os bairros Centro e São José. A escola disse que está à disposição das autoridades para esclarecimentos.

Segundo a nota, após perceberam o tumulto, os atendimentos foram interrompidos para preservar a integridade física dos alunos e funcionários.

Segundo a nota, após perceberam o tumulto, os atendimentos foram interrompidos para preservar a integridade física dos alunos e funcionários.

Os atendimentos começaram pela manhã desta quinta-feira, mas desde a noite da quarta-feira (25), os primeiros candidatos já chegaram para dormir na fila. Quando amanheceu, a fila já dava voltas pelos quarteirões entre os bairros Centro e São José. A escola disse que está à disposição das autoridades para esclarecimentos.
Candidatos queimaram currículos na rua em frente ao local onde era feito feirão de empregos em Campina Grande — Foto: Reprodução/TV Cabo Branco
Portal Picuí Hoje com G1 PB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nosso colaborador

Nosso colaborador