domingo, 9 de julho de 2017

TRAGÉDIA : Funcionário da Escola Professor Lordão morre após acidente próximo a Damião-PB


No início da tarde deste domingo (09), foi registrado mais um acidente automobilístico próximo à Damião, cidade localizada na Microrregião do Curimataú Ocidental e na Mesorregião do Agreste do Estado da Paraíba.

O sinistro vitimou o jovem Tállysson Henriques, de 20 anos (popularmente conhecido por Neném de Zé Henriques), que teve apenas lesões pelo corpo, e fatalizando José Balduíno Ferreira da Silva, 39 anos, funcionário da Escola estadual Professor Lordão, situada em Picuí, cidade localizada no Seridó Paraibano. Familiares, amigos e o corpo escolar estão chocados com o ocorrido.

Informações colhidas pela nossa redação, dão conta que Balduíno, juntamente com seu colega Tállysson, teriam se dirigido até o Damião por voltas das 5h00 da manhã, com o interesse de realizarem a troca de uma motocicleta Honda Broz de placa PJP-3752 de Itaberaba-BA, que pertencia ao Tállysson.

Já no início da tarde, quando os mesmos retornavam para casa, Tallyson perdeu o controle da moto e acabou sobrando em uma curva bastante conhecida como 'curva do cotovelo', distante a poucos quilômetros do Damião.





Uma equipe do SAMU da cidade de Barra de Santa Rosa, que fica à poucos quilômetros de distância do Damião, esteve presente  no local do fato e socorreu Tállyson, que felizmente, sofreu apenas escoriações leves e não precisou ser socorrido. Infelizmente, Balduíno já havia entrado em óbito, devido ter se chocado com uma árvore e ter sofrido uma enorme pancada na região da cabeça.

Confira a entrevista concedida com exclusividade à nossa redação pelo jovem Tállyson Henriques, que por um milagre, sofreu apenas escoriações leves e já encontra-se junto aos seus pais em sua residência.


"Vínhamos de vagar, conversando, e começou a chover. Lembro que disse a ele: vamos tomar um banho. Após isso, baixei a viseira do meu capacete, mas rapidamente percebi que estava ela estava embaçada por causa da chuva e a levantei rapidamente, mas ao levantá-la, percebi que já estávamos em cima da curva e que íamos cair.  
Naquela momento, só ouvi Balduíno falando: Vamos morrer ! Após isso, senti um impulso nas minhas costas. Foi quando ele pulou. Com certeza ele pulou para tentar se livrar da queda. Ainda consegui segurar a moto por alguns metros, daí surgiu uma pedra e bati de frente com ela e cai da moto. Ao me levantar, corri para ver como ele estava. Ele ainda estava como se tivesse respirando, clamei por socorro, um caminhão parou e veio o motorista. Nesse momento, estava com ele em meus braços e percebi que ele tava morrendo. Foi horrível. Foi tudo muito rápido." Explicou o jovem Tállysson.

"Ele me ligou pela manhã, às 04:03min, para irmos juntos. Desde ontem tínhamos combinado que faríamos a viagem. Éramos amigos de verdade. Era muito difícil passarmos um dia sem nos vermos ou pelo menos nos comunicarmos. Preferia que eu quem tivesse morrido, e ele tivesse ficado pra contar a história..." Expressou.

O jovem encontra-se ainda em estado de choque.


Portal Picuí Hoje.